sexta-feira, 21 de outubro de 2011

“Senhor Prefeito, apure responsabilidades, não receie fazer mudanças. Mudar, ousar, é necessário”.


O assunto que abordo é a falta de ambulâncias do SAMU-Maringá. Vale lembrar que antes de ser exonerado da função de auxiliar de enfermagem, protocolei uma denúncia no Ministério Público sobre essa situação. Uma sindicância interna da prefeitura foi aberta, mas ao que parece as coisas não mudaram. Situação como essa divulgada hoje pela RPC, acontece há tempos. Dias em que há apenas uma ambulância para atender a população não são novidade. Mas poucos têm conhecimento disso.
Há de se fazer justiça: esses problemas não de responsabilidade dos profissionais do SAMU que atendem a população diretamente. Sem nenhum protecionismo, afirmo que são ótimos profissionais e amam o que fazem. Salvam vidas diariamente, o que também poucos reconhecem.
Sobre a matéria divulgada pela RPC a repórter perguntou: “Das oito ambulâncias que o SAMU possui em Maringá, só tem uma em condições de dar atendimento? Resposta do coordenador do SAMU: “No momento é.  Que... será disponibilizado logo mais as outras duas”. Faça-se justiça o que de fato aconteceu. Mas paramos por aí?  Não há de se apurar responsabilidades?
Depois de tudo que passei nos últimos anos como servidor, o mais cômodo seria ficar calado. Afinal, tenho consciência de que não sou “bem visto” por essa administração. Prova disso é que já fui demitido e graças à justiça e a luta de muitos companheiros reintegrado judicialmente. O que gostaria honestamente de dizer ao prefeito é o seguinte: Senhor Prefeito, a população precisa desse serviço e não pode esperar para ser atendida. Estamos falando em vidas. Em alguns casos, quanto maior o tempo de espera menor é a possibilidade de se salvar uma vida.
Digo mais, Senhor prefeito, isso não pode continuar acontecendo. Apure responsabilidades e não receie fazer mudanças. Mudar, ousar, é necessário. O risco seria piorar. Mas seria possível ficar pior? O que seria pior para o doente do que esperar para ser atendido?

Clique para ver a reportagem da RPC: Aqui.   (Imagens: RPC TV Cultura)

2 comentários:

  1. Caro Paulo,parabens pela sua postura, entretanto esperar que sua majestade Silvio II tome providências, é muito otimismo,pois o executivo está mais preocupado em proibir a construção de casas geminadas. Há quase 7 anos Maringá vem sendo governada para atender os interesses de uma máfia que têm um profundo desrespeito pela população e só pensam em lucrar cada vez mais, com o aval de um prefeito e de uma câmara de vereadores(salvo um ou outro) desmoralizados e indignos.

    ResponderExcluir
  2. Paulo,precisei num determinado momento de acionar o Samu,fiquei aguardando mais de quatro hs,fui até a secretária de saúde e conversei com o coordenador,que me explicou que aquilo era pontual,e não costuma acontecer,um mês depois fiz nova solicitação e tudo se repetiu,então Paulo esta questão não é pontual,acontece todos os dias e como para muitas situações precisamos do apoio do Samu,ficamos sem o serviço.O médico regulador na primeira vez que precisei,me orientou a reclamar para os gestores,na segunda o outro também me disse a mesma coisa,infelizmente não tive o tempo para fazer nova reclamação,mas não tenho dúvida que se precisar novamente a resposta vai continuar a ser mesma...A ambulância está quebrada e só temos uma para atender a população...pasmem,quantos habitantes temos nesta cidade,e até quando seremos tratados com todo este descaso pelo poder público?

    ResponderExcluir