terça-feira, 29 de novembro de 2011

Processo dos cartazes “Traídores do povo “ é arquivado.



















Nesta semana saiu a decisão do Juizado Especial Criminal de Sarandi que determinou o arquivamento do processo movido pelos vereadores Luis Aguiar (PPS), Roberto Grava (PSC) e Rafael Pszybylski (PP) por injúria, contra vários lutadores do Comitê de Lutas de Sarandi. Dentre eles, dois militantes e dirigentes do PSTU: Rodrigo Tomazini, Presidente do PSTU-Sarandi e Claudio Timossi, do Movimento dos Trabalhadores por Moradia. 

Entenda o caso: 
Não é de hoje que os vereadores da Câmara Municipal de Sarandi votam contra a população, traindo as expectativas dos trabalhadores quando votaram em seus candidatos. Já na gestão do prefeito Cido Spada (àquela época no PT, hoje PV), a privatização do Aterro foi um duro golpe na população trabalhadora. Essa privatização respondeu apenas ao interesse de grandes empresários do setor e dos próprios vereadores que votaram a favor e que são financiados por essas empresas. Se não bastasse por em risco a água e o solo, além de poluir toda a cidade com a vinda de cerca de 500 toneladas de lixo por dia, de toda a região, o prefeito criou várias taxas,  consideradas ilegais e abusivas pelos lutadores do Comitê de Lutas de Sarandi que foram para as ruas. Mesmo com todo o protesto e a enxurrada de vaias da população trabalhadora da cidade de Sarandi lotando as sessões da Câmara, os vereadores covardemente aprovaram o aumento (em alguns casos de mais de 100%) do valor do IPTU e outras taxas do lixo. Em reunião do Comitê de Lutas, foi aprovado a confecção de um cartaz com as fotos dos traidores do povo, ou seja, os vereadores e prefeitos que votaram a favor da privatização do Aterro e do aumento do IPTU e espalharam esse cartaz por toda a cidade de Sarandi. Os vereadores Luis Aguiar (PPS)     Roberto Grava (PSC) e Rafael Pszybylski (PP) entraram com um procedimento criminal por injúria contra os membros do Comitê. 

Na primeira audiência, mais de 50 pessoas, representando diversas entidades e partidos políticos compareceram, nesta ocasião a Promotoria fez um pedido de vistas para melhor analisar o caso. Depois da análise do processo, ocorreu o que era esperado por todos os lutadores: o pedido de arquivamento que foi acatado pela Juíza do Juizado Especial Criminal. Infelizmente, passado menos de um ano do aumento vergonhoso do IPTU, os vereadores aumentam de maneira vergonhosa seus próprios salários. Os trabalhadores passam 44 horas semanais dando duro, para ficar apenas com o necessário para poder trabalhar novamente no outro dia. De outro lado, políticos, empresários e banqueiros fazem a farra com o dinheiro produzido pelos trabalhadores. Essa é a lógica brutal do capitalismo! 

O PSTU Sarandi agradece todo o apoio recebido e repudia veementemente aqueles que querem calar a boca dos lutadores. Não nos calaremos, continuaremos lutando junto com a população contra toda a farra com o dinheiro público e os desmandos desses senhores que estão aí para enriquecer às custas dos trabalhadores. Continuaremos a nossa luta diária contra toda a exploração do capitalismo e pela construção de uma sociedade sem exploração, sem injustiça. O socialismo. Para isso, a cada vitória contra os ataques dos senhores da burguesia contra os lutadores, comemoramos juntamente com os trabalhadores, porque lutar não é crime, lutar é um direito e um dever! Viva a luta dos trabalhadores! 


domingo, 20 de novembro de 2011

Bom dia à tod@s

Achei bacana o o vídeo do humorista Fábio Moraes sobre o imoral aumento do salário dos vereadores. Não consegui baixar mas é só clicar no link para assistir.

Interessante. Ele dá os nomes dos vereadores que votaram favoravelmente.
Clique aqui.http://www.youtube.com/watch?v=MBqpSBjT0w4

sexta-feira, 18 de novembro de 2011

Cadê a “sociedade organizada”? (Por Lucimar Bueno)

O aumento dos salários dos parlamentares aprovado ontem em sessão extraordinária é abusivo. Diante deste abuso e o uso errado do poder que pensam ter a maioria dos vereadores, vem à pergunta: Cadê a “sociedade organizada”? Que tanto fez e conseguiu impedir o aumento da representatividade social na câmara municipal (aumento de números de vereadores). Essa tal “sociedade organizada” formada pela ACIM e outras entidades e uma vergonha, só defende interesses da política econômica e de segmentos empresariais de Maringá, defendem os interesses dos empresários e do capital. Essa “sociedade organizada” nada fez para impedir os 40 anos de contrato do transportes com a TCCC – nada fez contra a lei de alterações no uso e ocupação do solo que restringe a construção de casas geminadas que praticamente acaba com o sonho da população de baixa renda ter a casa própria e com certeza nada vai fazer contra o aumento abusivo no salário dos vereadores, prefeito, vice-prefeito e secretários municipais.
É uma falta de respeito e um abuso o valor do aumento do salário que a maioria dos vereadores aprovou ontem em sessão extraordinária. Confesso que estou enojada. Que pena que Flávio Vicente parece não saber a riqueza da honestidade na atitude de um homem. O vereador poderia ter agido como o vereador Humberto Henrique agiu no ano de 2008, quando na mesma comissão, teve a capacidade de não assinar o projeto, o que levou a prorrogação da votação tornando público o aumento abusivo que um grupo de vereadores queria, possibilitando uma manifestação do povo, motivado principalmente pelos padres e lideranças da Igreja Católica de Maringá e com a presença desses – a presença do povo – na sessão, os vereadores tremeram e o aumento não foi aprovado.
 Do Blog da Lucimar Bueno

terça-feira, 15 de novembro de 2011

Olá pessoal

Depois de um feriado meio corrido  uma passagem rápida pelo blog para agradecer os leitores  pelas mensagens de apoio à respeito da última postagem. Valeu mesmo.


Bom fim de feriado e boa semana à tod@as.

domingo, 13 de novembro de 2011

Médicos do P.A Zona Norte são proibidos de fornecer atestado médico à servidores.

Essa foto foi enviada a mim por um munícipe e trata-se de um cartaz fixado na porta de um dos consultórios médicos do Pronto Atendimento Zona Norte. O texto é claro: os médicos podem consultar servidores, mas não devem fornecer atestado médico. O servidor deve procurar o SAMA. Essa “determinação” levanta discussões. O Código de Ética Médica de 1988  em seu artigo 112 diz:
Art. 112 - Deixar de atestar atos executados no exercício profissional, quando solicitado pelo paciente ou seu responsável legal.
Parágrafo único: O atestado médico é parte integrante do ato ou tratamento médico, sendo o seu fornecimento direito inquestionável do paciente, não importando em qualquer majoração de honorários.
Em 2010 passou a vigorar a Resolução 1932/2009 do Conselho Federal de Medicina que substituiu o Código de 1988. Veja o que dizem os artigos abaixo e que se encontram nos Princípios Fundamentais.
I - A Medicina  é uma profissão a serviço da saúde do ser humano e da coletividade   e será exercida sem discriminação de nenhuma natureza.
(...)
VIII - O médico não pode, em nenhuma circunstância ou sob nenhum pretexto, renunciar à sua liberdade profissional, nem permitir quaisquer restrições ou imposições que possam prejudicar a eficiência e a correção de seu trabalho.
O não fornecimento de atestado a servidores não poderia ser entendido como um ato de discriminação? A determinação do cartaz não poderia ser entendida como uma interferência em um ato que é privativo do médico?
De acordo com o cartaz, poderia ser entendido que a proibição de fornecer atestado médico é para todos os servidores e não só para aqueles que trabalham no Zona Norte.  E se o servidor que procura um atendimento médico tiver que ficar afastado do trabalho? Vai ter que se deslocar do Zona Norte para o hospital que atende pelo SAMA e aguardar horas para ser atendido? Desumano.
Quanto aos servidores do Zona Norte, estão numa luta por uma gratificação que é concedida aqueles que trabalham em pronto atendimento. No PA do Hospital Municipal a gratificação é concedida. Os servidores do PA da Zona Norte ainda não conseguiram receber essa gratificação.
Se a idéia era diminuir atestados médicos para servidores essa proibição foi um erro. Estão combatendo o “efeito” quando na verdade o que deveria ser combatido é a “causa”. Melhorias nas condições de trabalho, um serviço de medicina do trabalho que cuide da saúde do servidor e não apenas da doença, valorização do servidor do PA Zona Norte através da merecida gratificação. São dessas medidas que o servidor precisa. O servidor é um trabalhador que como qualquer ser humano pode adoecer.
Finalizando, qual a posição do SISMMAR, Conselho Regional de Medicina e Conselho Municipal de Saúde sobre essa proibição? Aguardemos...

PS: espero que não seja aberto outro processo administrativo contra mim por causa desse texto...

sexta-feira, 11 de novembro de 2011

Domingo tem bomba


No domingo publicarei um texto que não vai agradar a administração. É claro que como de costume, será um texto dentro dos preceitos da ética e da liberdade de informação e expressão.

Sindicato e outras entidades provavelmente terão que tomar providências.

Suspense: aguardem o próximo capítulo.

terça-feira, 8 de novembro de 2011

Documentário sobre a participação dos EUA no golpe militar de 1964.


Olá pessoal. Vale a pena assistir o documentário "O Dia que Durou 21 anos”. Ele apresenta os bastidores da participação do governo dos Estados Unidos no golpe militar de 1964 que durou até 1985 e instaurou a ditadura no Brasil. Uma co-produção da TV Brasil com a Pequi Filmes, com direção de Camilo Tavares. Entrevistas com pessoas que participaram daquele momento, militares, políticos. Há inclusive áudios de conversas do presidente Kennedy com o embaixador dos EUA no Brasil falando sobre a forma de intervenção política, militar e financeira.

Seguem abaixo os links do 2º. E 3º episódios.


PS: Agradeço a dica do professor Jairo.


segunda-feira, 7 de novembro de 2011

O aniversariante do dia: Angelo Rigon.


Completa idade nova o jornalista e blogueiro-mor Angelo Rigon. Vez ou outra lhe chamo, pelos emails, como "tio". Nem sei se ele gosta, mas sempre me tratou muito bem.

Tio, seu trabalho e profissionalismo merece todos os  reconhecimentos possíveis.

Meus sinceros parabéns. Que Deus abençoe você e toda sua família com muita saúde e paz.

quarta-feira, 2 de novembro de 2011

"Casa da luz vermelha" (Celso Blues Boy)

Sou fã do Celso Blues Boy. Um dinossauro do blues brasileiro. Tocou com Raul Seixas e Sá e Guarabira.  Foi  um dos primeiros a cantar blues em português. Estourou na década de 80 com a música "Amenta que isso aí é Rock and Roll". Chegou a tocar com B.B. King, seu ídolo.
 Hoje com 55 anos de idade mora em Santa Catarina e continua sua carreira  tocando o bom e velho rock and roll e muito blues.
 Essa é uma música recente dele. Muito bacana.




Essa é a que mais gosto dele. Vale a pena...