terça-feira, 6 de março de 2012

Reajuste dos Servidores Municipais (Por Paulo Vieira)

Há algumas coisas que não são fáceis de entender, e quando alguém tenta explicar ficam piores ainda, ou apenas mais confusas.
O cartaz abaixo está sendo divulgado pelo SISMMAR (Sindicato dos Servidores Municipais de Maringá) e refere-se à campanha salarial de 2012.
Reconheço que o percentual que estão negociando é bastante elevado quando comparados aos míseros 5 ou 6% recebidos nos últimos (e nos primeiros) anos da administração de Silvio Barros II, mas quando avaliado o argumento do sindicato, algo me incomoda muito. Vou explicar:
- em todas as ocasiões públicas em que convém, Silvio Barros II diz que sem os servidores não seria possível uma gestão tão eficiente, como no último dia do servidor público: “É uma honra fazer parte desta equipe que tanto faz à população e merece todo o nosso respeito”; ou “Os servidores são o maior patrimônio que temos e se não fossem eles não teríamos alcançado resultados tão positivos para a população maringaense”.
- o cartaz do sindicato diz algo semelhante, ao dizer que “sem servidor(a) a cidade para”;
- o mesmo cartaz informa que o aumento do prefeito e dos secretários foi de 40%;
- logo abaixo vem a frase da discórdia “queremos 14% de reajuste”; L
Que sem os servidores de carreira a cidade para, todos concordamos; que o sucesso de uma administração depende da dedicação e comprometimento dos servidores, idem.
Agora, por que então o salário dos secretários (superior a 7 mil reais) e o do prefeito (superior a 12 mil reais) serão reajustados em 40% e o dos servidores (sem os quais a administração não obteria o sucesso que divulga), que em sua maioria não ultrapassa os mil reais, será, na melhor e quase improvável hipótese, de 14%?

Um comentário:

  1. pois é só 14% o sindicato ta querendo que que é isso....no minimo 40%

    ResponderExcluir