quinta-feira, 10 de maio de 2012

A vontade da população colocada embaixo do tapete




Luis do Postinho pula fora do barco em cima da hora (Agnaldo Vieira)
Devido as pressões sofridas pelo vereador Luis do Postinho(PRP) a votação que revogava a Lei do aumento dos subsídios dos vereadores, secretários municipais, vice e prefeito de Maringá, votada nesta quinta-feira, acabou empatada, com isso a proposta de diminuir os salários dos legisladores para R$ 8000,00 foi por água abaixo.
O duro é entender, se é que é possível, o vereador Luis do Postinho é integrante da Comissão de Finanças e Orçamento que foi a autora do projeto de redução, e na hora com medo e tremendo muito acabou votando contra o que ele mesmo havia concordado anteriormente, Luis do Postinho é sem dúvida mais um do PRP que não deve voltar à Câmara no próximo ano. (foto Folha de Maringá)
Fonte: Maringá Manchete


Meu comentário: Alguns vereadores parecem acreditar que o eleitor não tem  memória. De fato muitas pessoas não estão nem aí para nada. Pensam que as coisas são assim mesmo e pronto. Não se preocupam em acompanhar o que acontece na política de sua cidade. Essa postura acaba contribuindo para que as coisas continuem do jeito que estão.
Aqueles  políticos que não tem nenhum comprometimento com a coisa pública estão plenamente satisfeitos com isso.
Devem estar comemorando o dia de hoje. O dia em que mais uma vez  a vontade da população foi  colocada embaixo do tapete...

Nenhum comentário:

Postar um comentário