sexta-feira, 28 de setembro de 2012

Pupin encaminha-se para o cadafalso (Do Blog do Ângelo Rigon)


Pupin encaminha-se para o cadafalso

Embora ainda não conste do site do TSE – lá, o andamento processual ainda é do último dia 23 -, o Ministério Público Eleitoral deu parecer, no começo da tarde de hoje, contrário ao recurso apresentado pelo candidato Carlos Roberto Pupin (PP), da coligação “A mudança continua”, informou há cerca de uma hora Murilo Gatti em seu blog. “Ora, tendo o candidato exercido por 2 (duas) vezes o cargo de prefeito substituto do município de Maringá/PR, dentro dos 6 (seis) meses anteriores aos pleitos eleitorais de 2008 e 2012, respectivamente, a segunda substituição já caracterizou a reeleição para o mesmo cargo. Assim, não há mais a possibilidade de se candidatar a prefeito para o mandato de 2012-2016, sob pena de configurar, na espécie, o terceiro mandato, aliado ao fato de que inexistiu a necessária desincompatibilização. A propósito, a lição de José Jairo Gomes: “o vice de uma chapa vitoriosa por duas vezes pode disputar, em uma terceira eleição, a titularidade, já que, desta feita, não concorre ao cargo de vice, mas, sim, ao de titular. Para isso, não poderá substituir o titular nos seis meses anteriores à eleição. Essa substituição não seria mesmo possível, diante da necessidade de desincompatibilização pelo mesmo prazo”, opinou a vice-procuradora-geral eleitoral Sandra Cureau.
As chances são de que o caso vá para o plenário, embora possa ocorrer decisão monocrática do ministro Marco Aurélio Mello. De qualquer forma, parece se confirmar que Pupin é carta fora do baralho. E, pior, não pode nem colocar a culpa em alguém de fora de sua coligaçâo.
(Fonte: Blog do Ângelo Rigon.

segunda-feira, 24 de setembro de 2012

Justiça determina à Prefeitura de Maringá anular processo administrativo e pagar vencimentos de demissão ilegal.



Hoje tive acesso à sentença judicial proferida pelo Meritíssimo Juiz de Direito da 6ª. Vara Cível de Maringá, Belchior Soares da Silva. A Prefeitura de Maringá foi sentenciada a anular o processo administrativo que me exonerou em 2011 e pagar os vencimentos do período em que fiquei ilegalmente demitido.
Essa decisão confirma exatamente o que denunciamos na época: tratava-se de uma exoneração injusta. Motivada por minha participação nas lutas da categoria e às críticas e denúncias feitas contra a administração e publicadas em meu blog.
Gostaria de agradecer todos os servidores que me apoiaram durante os seis meses que fiquei exonerado. Divido essa vitória com todos os colegas servidores municipais que tanto sofreram com as injustiças cometidas pela atual administração.
Agradecer também o advogado da CSP-Conlutas Avanilson Araújo, Ana Pagamunici, os blogueiros Ângelo Rigon, Messias Mendes, Lucimar Bueno, Agnaldo Vieira e Lauro Barbosa, que sempre ajudaram a divulgar esse verdadeiro processo inquisitório no qual fui submetido.
Compartilho com todos o sabor da justiça.

(Aqui a sentença)

quarta-feira, 19 de setembro de 2012

Uma mudança para quem?

Sinceramente eu gosto de política, no melhor sentido que a palavra possa representar. Confesso: tenho nojo de  politicagem.

Acredito que as pessoas podem e devem  transformar sua realidade, não necessariamente através de eleições. Mas das lutas diárias do dia a dia, das mobilizações, através do despertar de consciência para novas realidades. Tentar mudar sua realidade. Não se trata de um sonho mas de uma necessidade.

Mas confesso que assistindo o horário eleitoral  dessa campanha, principalmente com as declarações de alguns candidatos, sinto o mesmo nojo que sinto pela politicagem . Explico, sem generalizações.

Como podem alguns mentirem descaradamente? Como podem pessoas que até pouco tempo criticavam duramente algum portadores de mandatos políticos agora os elogiam e se poem ao seu lado? Puro interesse, falta de postura política e coerência entre o que diz e o que fala. Alguns tentam pintar um cenário que não existe na realidade. Tentam fazer acreditar numa mudança que na verdade nunca existiu. Ou melhor uma mudança para quem?

Só os menos avisados, os que vivem em outra realidade ou os alienados politicamente   acreditam em coisas que não existem.




sexta-feira, 14 de setembro de 2012

Um blog quase sob censura (Por Ângelo Rigon)



A coligação de Carlos Roberto Pupin à Prefeitura de Maringá está tentando, de todas as formas possíveis, impedir que este blog continue cobrindo o dia-a-dia desta campanha eleitoral. Três postagens chegaram a ser retiradas, mediante cumprimento de liminar concedida pela Justiça Eleitoral. É preciso cautela neste momento, para evitar que não prevaleça a vontade dos que querem de volta os cinzentos tempos da censura e seja garantido ao leitor o sagrado direito à informação.
Meu comentário:
Li no seu blog que certo grupo político tem ido à justiça para censurar o que você escreve.
Quero lhe dizer que você tem minha solidariedade e apoio irrestritos. Talvez diga “grande coisa isso”, mas para ter uma idéia da importância do seu trabalho toda minha família acompanha o seu trabalho. Minha mãe, por exemplo,  não sabia sequer ligar um computador e  se dedicou a aprender. É leitora assídua do seu blog e se informa por ele.
Os formadores de opinião certamente reconhecem a importância do seu trabalho. Um trabalho independente, sério e que traduz o que muitos gostariam de dizer. Cumprindo um papel importantíssimo de desmascarar a falta de moralidade e de transparência na política atual. É claro que isso não agrada em nada os podero$o$ que só tem medo de perder uma coisa, o voto. 
Não desanime, toque o barco em frente. Pois esse tipo de ataque nada mais é do que reconhecer a importância do seu trabalho.
Um abraço.