sexta-feira, 6 de dezembro de 2013

Adolescente desaparecida



Esta adolescente na foto chama-se Keren Feitosa Piloti, ele está desaparecida desde ontem, 05/12/13.
A mãe já registrou boletim de ocorrência na delegacia e informou o Conselho Tutelar.

A família está em desespero, se alguém encontrá-la favor avisar a Policia pelo telefone 190 ou o Conselho Tutelar de Maringá, fone: (44)3901-2276.

segunda-feira, 2 de dezembro de 2013

Ministério Público abre procedimento para investigar repasse de R$ 1,5 milhão para feira aeronáutica (Da Assessoria de Imprensa do vereador Carlos Mariucci)

Câmara aprovou em segunda discussão projeto do Executivo autorizando a administração municipal a firmar Convênio com Terminais Aéreos de Maringá SBMG S.A e Expoair Exposições e Eventos Ltda, visando repasse de R$ 1,5 milhão para a realização do evento 17ª Edição da Expo Aero Brasil
Na manhã desta segunda-feira (02) o vereador Carlos Mariucci (PT) foi ao Ministério Público com objetivo de ter um parecer da Promotoria de Proteção ao Patrimônio Público da comarca de Maringá sobre o repasse de dinheiro público para a feira aeronáutica Expoair. 
Ao visitar o promotor Pedro Ivo Andrade o vereador Carlos Mariucci foi informado que o MP já instaurou procedimento para investigar o caso.
“Minha intenção era ter um parecer do Ministério Público e tivemos a boa notícia que o MP já abriu processo para investigar possíveis irregularidades no repasse, que consideramos absurdo” frisou o vereador. 
Quinta-feira da semana passada (28 de novembro) a Câmara aprovou em segunda discussão projeto do Executivo autorizando a administração municipal a firmar Convênio com Terminais Aéreos de Maringá SBMG S.A e Expoair Exposições e Eventos Ltda, visando repasse de R$ 1,5 milhão para a realização do evento 17ª Edição da Expo Aero Brasil – EAB-2014, programada para os dias 28 e 31 de agosto de 2014. O chamado Procedimento Preparatório foi instaurado no mesmo dia em que o projeto foi aprovado em segunda discussão (28 de novembro). 
Os vereadores Carlos Mariucci (PT), Mário Verri (PT), Humberto Henrique (PT) e Dr Manoel (PC do B) votaram contra a proposta.
“Temos outras demandas muitos mais importantes. Nossas casas terapêuticas, por exemplo, estão abandonadas pela prefeitura e as igrejas continuam fazendo um trabalho exemplar na recuperação dos dependentes químicos, mesmo sem a devida ajuda do município. A coleta de lixo está precária. As filas por consultas especializadas na saúde pública estão enormes. A Avenida Morangueira continua cheia de buracos. Com tantas demandas ainda querem destinar R$ 1,5 milhão para um evento privado? E pior: esse valor é só o inicial. Estima-se que tudo isso pode custar cerca de R$ 8 milhões aos cofres maringaenses ”, critica Carlos Mariucci. 

O projeto será avaliado em terceira discussão nessa terça-feira (03). 


(Da Assessoria de Imprensa do vereador Carlos Mariucci)

sexta-feira, 29 de novembro de 2013

Prefeitura promete o fim do lixão do Colina Verde até segunda (De Angelo Rigon)

A RPC TV (Globo) fez reportagem (aqui) sobre o lixão alimentado pela Prefeitura de Maringá no Jardim Colina Verde, ao lado do Contorno Norte. Apesar das imagens (vídeo e fotografias, como as de baixo) mostrarem que caminhões da Semusp despejaram lixo comum no local, o secretário de Serviços Públicos, Vagner Mussio (PP), disse que “a prefeitura tem limpado este local” e que a sujeira é feita por terceiros. Ele garantiu que o lixo será retirado até segunda-feira. O blog soube que pelo menos uma vez um carro da Semusp chegou a servir de batedor para garantir que caminhões de empresas particulares despejassem lixo no terreno. Os vizinhos reclamam da situação há meses ao 156 e à secretaria, inclusive com a denúncia de aterramento. Em cerca de meia hora que o blog ficou no local, ontem à tarde, três caminhões da Semusp jogaram lixo (doméstico, e não folhas e galhos como o secretário afirmou) ali. No dia anterior, lixo do cemitério chegou a ser despejado ali.

quarta-feira, 27 de novembro de 2013

Eleições na AFMM: Apoio a Chapa “26 de Setembro”

Acontece nessa quinta feira das 7:30 as 17 horas as eleições para nova diretoria da AFMM (Associação dos Funcionários Municipais de Maringá). Haverá urnas para votação na sede da AFMM, Paço Municipal, SEMUSP e Secretaria de Saúde.

Segundo informações da associação, foi indeferido o registro de duas chapas e deferido apenas o registro da chapa “26 de Setembro”, presidida pelo o atual presidente da AFMM Marcelo Mazarão.
Mazarão que disputa a eleição pela chapa “26 de setembro” promoveu uma série de mudanças na AFMM.
Tem meu apoio Marcelo. 
Boa eleição à todos.

terça-feira, 26 de novembro de 2013

SAIBA QUAIS FORAM OS VEREADORES QUE VOTARAM A FAVOR DA DOAÇÃO DE R$ 1,5 MILHÕES PARA REALIZAÇÃO DA FEIRA AERONÁUTICA



Foi aprovado com 9 votos favoráveis e  4 contrários o projeto que repassa R$ 1,5 milhão dos cofres públicos à organizadores de uma feira aeronáutica  em Maringá.   

Votaram favoráveis ao projeto:
Carlos Eduardo Saboia (PMN), Adilson Cintra (PSB), Luciano Brito (PSB), Chico Caiana (PTB), Márcia Socreppa (PSDB), Carmen da Saúde (Pros), tenente Edson Luiz (PMN), Luiz Pereira (PTC) e Negrão Sorriso (PP).

Votaram contra o projeto:
Carlos Mariucci (PT), Mário Verri (PT),  Humberto Henrique (PT)  e Dr. Manoel (PC do B).
A população deve participar da próxima sessão em que o projeto será votado e dizer não a esse repasse.

Vereadores que votaram favoráveis ao projeto votaram contra a vontade da população.   
 


Projeto que dá R$ 1,5 mi para feira aeronáutica será votado nessa terça (Por Ângelo Rigon)



Está na pauta da sessão da Câmara de Maringá desta terça-feira a votação do projeto do prefeito Carlos Roberto Pupin (PP) que repassa R$ 1,5 milhão do IPTU do maringaense para os organizadores da Expoar – Expo Aero Brasil, EAB 2014. O projeto é polêmico, já que a cidade tem outras prioridades – como a coleta do lixo, que não funciona – e a feira é comercial e, até onde se sabe, apesar de ter passado por várias cidades do interior de São Paulo, nunca recebeu recursos públicos. É preciso que os vereadores saibam que o dinheiro não é do poço sem fundo que a turma que está no poder acha que se transformou o erário.
Além do R$ 1,5 milhão será preciso desembolsar pelo menos outros R$ 6 milhões para atender a voracidade do capo Ricardo Barros (PP), que trouxe mais esta despesa para o contribuinte maringaense pagar. No total, a brincadeira que deve beneficiar uns poucos pode custar perto de R$ 8 milhões. Espera-se postura de seriedade dos vereadores nesta votação. Pergunte para qualquer pessoa da área, que não seja ligada à administração, o que ela acha do financiamento público deste valor a uma feira privada.
Fonte: angelorigon.com.br

Meu comentário: Com tantas prioridades no serviço público e a administração quer desembolsar um milhão e meio de reais dos cofres públicos para promover uma feira aeronáutica? Ninguém vai falar nada? É dessa forma que administração "a mudança continua" governa : de costas para a população e de mãos dadas com os poderosos.