sexta-feira, 2 de agosto de 2013

Sob vaias, secretário de Pupin diz que UEM é “grande latifúndio”(Do Blog do Rigon)

O secretário de Assuntos Comunitários do prefeito Carlos Pupin (PP), Miguel Grillo (PMDB), foi vaiado na noite de ontem durante a realização da audiência pública sobre o contorno da UEM e mudanças no sistema viário interno e externo, no Bloco C-67 da Universidade Estadual de Maringá, que se trata da continuidade da discussão da transposição da UEM. Depois de diversas pessoas exporem suas críticas e/ou sugestões sobre o assunto, o secretário – que deverá deixar a administração por conta da Lei da Ficha Limpa – pediu a palavra. Antes, porém, a presidente da comissão interna criada para tratar do tema abriu para votação da comunidade universitária se ele poderia ou não ter espaço para falar. Foi dado o espaço. Ao iniciar a fala do secretário – que não foi o único cargo comissionado de Pupin presente ao encontro – contrária ao pensamento de quase 100% dos presentes, começaram as vaias. Alguns, mesmo não sendo fãs de Grillo, ex-acadêmico da UEM, pediram aos mais exaltados que o deixassem falar. Mas a cada palavra sua, mais vaias surgiam.

O ponto alto foi quando ele disse que “a UEM é um grande latifúndio” – só não disse se um latifúndio produtivo ou não. Daí por diante não conseguiu mais falar, por causa das vaias. O blog soube que mesmo assim ele insistiu, até que um dos presentes desligou a caixa de som e ele ficou, digamos, falando sozinho pois ninguém conseguia escutá-lo diante das vaias. Ao final das contas, por maioria absoluta de votos, ficou decidido que a comissão deve apresentar à prefeitura a proposta de parar com tudo que tem sido discutido e até mesmo o que já foi aprovado e se iniciar novas discussões envolvendo mais pessoas e não deixar que a UEM seja invadida pela prefeitura, ou seja, tudo volta à estaca zero.
(Foto: Blog do Rigon)

Nenhum comentário:

Postar um comentário