sexta-feira, 14 de fevereiro de 2014

LIBERDADE DE EXPRESSÃO SIM, MAS COM RESPONSABILIDADE. REPÚDIO AO COMENTÁRIO DE ROSA BRANDÃO.




Algumas pessoas acreditam que a internet é uma terra sem lei e um lugar em que se pode escrever qualquer coisa. Sou um ferrenho defensor da total liberdade de expressão, liberdade essa que deve ser exercida com responsabilidade.  

Esse texto representa a indignação de muitos servidores que tiveram conhecimento de um comentário numa postagem no facebook sobre a questão das ambulâncias do SAMU. Uma pessoa de nome Rosa Brandão, que se diz ex-funcionária da prefeitura, escreveu o seguinte no facebook que tomo o cuidado de transcrever literalmente. Comentou ela:

“vergonha e os func do samu que distroi todas as viaturas vai la ve oque eles faz com as abulancia todos tem dois empregos mal treinados pra conduzir veiculos veja a s10 2008 que esta todas distruida”.

Ao dizer que os funcionários do SAMU destroem as viaturas essa senhora pode ter cometido o crime denominado calúnia, que na prática é atribuir a alguém, sem provas, um fato definido como   crime.

Ao dizer que os funcionários do SAMU são mal treinados pode ter cometido o crime de difamação, que em poucas palavras significa imputar uma pessoa uma determinada conduta que macule a sua honra. Desconhece ela que os servidores do SAMU foram aprovados em concurso público, logo, são capacitados e recebem treinamentos e reciclagem frequentemente.

A população sabe o quanto os servidores do SAMU se esforçam para prestar um atendimento de qualidade, muitas vezes em condições difíceis. A sociedade que conhece o trabalho do SAMU tem acompanhado a luta desses servidores por melhorias nas condições de trabalho para que possam prestar um melhor atendimento à população.

Antes de opinar sobre um assunto as pessoas devem ter conhecimento sobre o tema e se expressar sem ofender ou difamar pessoas.

Finalizo com meu repúdio as palavras da senhora Rosa Brandão   e deixo o link de sua página no facebook para que ela possa receber outras manifestações.



Um comentário: