sexta-feira, 25 de abril de 2014

PSTU-Noroeste divulga Nota de Repúdio contra perseguição política ao militante e servidor estadual do Hemocentro da UEM, Bruno Coga



“Desde outubro do ano passado nosso companheiro e servidor da UEM, Bruno Coga, vem sofrendo um intenso assédio moral e perseguição política por parte se sua chefia no Hemocentro Regional de Maringá, que culminou com o afastamento de seu local de trabalho e transferência para outro setor do Hospital Universitário de Maringá. Esse brutal ataque se deve a uma postagem que nosso companheiro fez em seu perfil no facebook quando da visita do Governador Beto Richa à Maringá para a inauguração do novo prédio do hemocentro. À época, Bruno denunciou a falta de servidores para atender os novos pacientes e o impacto que a sobrecarga de trabalho traria aos funcionários. 
(Leia mais clicando aqui
Fonte: PSTU-Noroeste.

Nenhum comentário:

Postar um comentário