sexta-feira, 14 de outubro de 2016

"Prefeito de Londrina desmente informação do candidato Barros"

Do Site Maringá Manchete:  

A campanha eleitoral de Maringá, onde Silvio Barros (PP) e Ulisses Maia (PDT) disputam o segundo turno, respingou em Londrina e incomodou o prefeito Alexandre Kireeff (PSD).

Em dos programas eleitorais do pepista, irmão do ministro da Saúde, Ricardo Barros (PP), a apresentadora faz um comparativo com outras “grandes cidades” para destacar que Maringá, governada pela família Barros desde 2005, está com as finanças em dia.
Deficit ou dívida?

“Londrina, no Norte do Paraná, tem a maior dívida do interior do Estado, mais de R$ 70 milhões. Não vai conseguir pagar o funcionalismo ou os fornecedores, já suspendeu alguns serviços de saúde e fez um corte de 25% nas refeições do Restaurante Popular”, argumenta o programa eleitoral, mostrando reportagens feitas pela imprensa londrinense, deixando de explicar a diferença entre dívida consolidada e deficit projetado, numa clara tentativa de tentar passar ao eleitorado de Maringá a suposta eficiência da gestão Barros na “Cidade Canção”.

Kireeff rebate
Procurado pela Folha de Londrina, o prefeito Alexandre Kireeff revelou que já havia sido informado sobre as declarações do programa eleitoral de Silvio Barros, embora não tenha visto o programa. “Não há dívida, tivemos superavit no nosso balanço do quadrimestre. Isso demonstra que Londrina é modelo para Maringá e referência, pois querem se comparar para angariar algum prestígio”, alfinetou o prefeito londrinense.

Nenhum comentário:

Postar um comentário